Qual a importância do Web design no Marketing Digital?

 

Entre todos os profissionais que integram as empresas de Marketing Digital, os Web Designers têm a função de executar processos que envolvem o planeamento, a criação e a aplicação na web dos interfaces digitais em geral. São responsáveis por desenvolver uma linguagem visual que seja atrativa e funcionalmente adequada, sempre considerando a identidade visual da empresa. Para além disso, um Web Designer também faz o controle da conformidade, analisando todo o material produzido, de forma a garantir que segue as normas, como as cores escolhidas ou o posicionamento do Logótipo da marca na página.

Webdesign

O que faz?

O que precisa saber?

Fontes de Inspiração

O que faz um Web Designer?

Dito de uma forma simples, um Web Designer faz sites, páginas e conteúdos para a Internet. Existem vários tipos de sites, desde os mais simples, com apenas uma página web, aos mais complexos, que envolvem funcionalidades como compras online, contas de utilizador, entre outros. Dependendo da dimensão do projeto, um Web Designer pode trabalhar em equipas, ou em colaboração, com programadores, web developers, gestores de projeto, entre outros.

Por norma, as 3 principais fases de um projeto de Web Design são: 

  • Planeamento do projecto;
  • Desenvolvimento do Site;
  • Acompanhamento.

Claro que estas fases acima descritas, são um conceito geral, que engloba muita complexidade dentro de cada fase. Consoante a complexidade e características de cada projeto, as funções de um Web Designer podem variar. Um Web Designer não se deve limitar às ferramentas necessárias para executar o seu trabalho, deve também procurar entender o cliente ou o produto. É fundamental saber para quem se destina, qual o público-alvo, ter percepção, sensibilidade, para assim criar conceitos visualmente atrativos, levando ao cliente a melhor solução.

O que um bom Web Designer precisa de saber?

É importante que um Web Designer tenha conhecimento, criatividade, e percepção rápida, mas que também procure referências, pesquise tendências e esteja aberto às novidades. Algumas das suas valências deverão ser: dominar, pelo menos, 3 tipos de comunicação feita através de imagens( vídeo, ilustração, colagem por exemplo), produzir imagens/layouts, é também fundamental estar sempre ciente dos formatos dos posts das redes sociais e dos anúncios, priorizar os utilizadores mobile, saber manter um design simples e limpo e ter o site bem legível. Também é importante dominar ferramentas como Adobe Photoshop, Adobe Fireworks, Adobe Illustrator, Corel Draw, entre outras.

Erros a evitar ao desenhar um Website

Estes são os 7 erros mais comuns que devemos evitar ao desenhar um site:

  • Má navegação do Site: um dos aspectos mais importantes ao desenvolver um site é a forma como as pessoas irão navegar nele assim que o encontrarem. Elas vão querer descobrir rapidamente aquilo que estão à procura e, para isso, é necessário que a navegação não seja complicada ou pouco intuitiva;
  • Não trabalhar corretamente o branding da marca: a partir do momento em que os utilizadores/clientes visitam o site, eles deverão reconhecer imediatamente com quem estão a interagir. Isto pode significar incluir o logótipo da empresa no topo de cada página ou manter a identidade gráfica da marca em todas as áreas do site;
  • Não fazer um Website responsivo: estamos na era em que as pessoas estão permanentemente ligadas à internet e passam mais tempo a navegar em mobile (tablets e smartphone) do que em Desktop. Por isto, é imprescindível que o site seja responsivo e tenha uma excelente aparência, tanto num ecrã grande como num pequeno;
  • Não inserir nenhum Call-to-Action: um erro, infelizmente muito comum, ao criar um site, é quando não se coloca nenhum call-to-action(botão de apelo à acção) que oriente a navegação ou conduza os utilizadores/clientes a uma determinada acção no site;
  • Esquecer a utilização de ferramentas de análise de desempenho do site: quanto mais se souber das páginas que estão a gerar mais ou menos conversões para o negócio, mais rápido a empresa pode crescer;
  • Ignorar a importância do SEO na criação de um site: falando ainda do desempenho do site, é essencial certificarmo-nos que o site é encontrado pelo maior número de pessoas. Pode-se conseguir isso, ao promovermos a página web através de anúncios PPC e/ou campanhas nas redes sociais;

 

  • Criar um site demasiado lento: a lentidão é um dos erros que as empresas devem evitar ao criarem um site e que mais desespera os utilizadores. Atualmente, as pessoas gastam apenas cerca de três segundos ou menos para decidirem se querem sair ou permanecer num site. Esta pode ser a diferença entre visitar e comprar num site, ou sair e comprar noutro site.

Como fazer um Layout?

 

O layout de um website não é nada mais do que o posicionamento organizado dos elementos gráficos que compõem uma página na internet. Um bom layout, muitas vezes, faz a diferença entre trazer mais ou menos tráfego para um site. Tendo esta definição em conta, existem algumas etapas que se devem seguir, de forma a obter um bom layout:

 

  • Ter um bom fornecedor de hospedagem de Sites: Não adianta nada planear a criação do layout de um site, se não tivermos um local onde possamos visualizar o andamento e o resultado final do mesmo, daí que o primeiro passo seja encontrar um fornecedor de hospedagem de sites. Um serviço de hospedagem armazena todas as criações, conteúdos, dados e informações de um site em servidores próprios;
  • Escolher a plataforma para criar o site: O segundo passo é escolher em que plataforma vamos desenvolver e publicar o projeto e o seu layout. Para isso, as melhores recomendações são os chamados Sistemas de Gestão de Conteúdos (CMS). O mais utilizado e conhecido deles é o WordPress;
    • Configurar ferramentas essenciais: Considerando que instalamos o WordPress na nossa conta de hospedagem, ficamos prontos para escolher que ferramentas queremos usar para nos ajudar a compor o layout do nosso projeto. Antes de tudo, devemos escolher qual a temática do nosso site. Posto isto, o WordPress oferece milhares de plugins que nos ajudam a criar o layout que desejamos. Um muito conhecido é o Beaver Builder. É popular precisamente pela facilidade de criar design de páginas;
    • Desenhar manualmente o layout do site: A ideia aqui é mesmo desenhar, no papel, algo muito simplista e objetivo. Podemos colocar quantos elementos quisermos, desde que façam sentido e que não fiquem exagerados na página.  Neste ponto, devemos ter em conta também, hierarquia de conteúdos, espaçamentos, linhas e cores, entre outros;
    • Aplicar o protótipo do layout no site: Depois do desenho do site estar minimamente definido, está na hora de o colocar em prática. É neste ponto que também devemos ter em conta a identidade visual, entender o Público-Alvo, estudar as fontes, o estilo das imagens, entre outros;
    • Testar a criação em dispositivos móveis: Com o layout já criado, está na hora de testar em dispositivos móveis. Isto porque, hoje em dia, as pessoas utilizam muito mais vezes os seus telefones para navegar na Internet, do que os seus computadores.

    Melhores fontes de inspiração para Web design

    Eis uma lista com 10 fontes incríveis onde os Web Designers podem procurar inspiração:

    • Zyro: para encontrar templates bonitos e intuitivos;
    • Siteinspire: exibe mais de 7000 sites com excelentes designs;
    • Awwwards: aqui podemos encontrar um catálogo cheio de projetos inovadores e interessantes;
    • TemplateMonster: é um mercado de temas onde podemos retirar inspiração para o nosso design ou, se tivermos orçamento para isso, comprar o tema diretamente;
    • Best Website Gallery: aqui encontramos mais de 200 sites, onde podemos navegar usando filtros da galeria;
    • Sites de Portfólio de Agências: com um vasto portfólio de ideias profissionais, esta pode ser uma ótima fonte para encontrarmos algumas das tendências mais recentes de Web Design;
    • CSS Nectar: é outro excelente catálogo para encontrar ótimos sites;
    • GoodUI: para quem está à procura de uma maneira de otimizar as taxas de conversão, esta fonte é um bom destino;
    • Pinterest: é uma ótima plataforma para procurar inspirações, dicas e tutoriais de Web Design;
    • Behance: é uma rede social para designers e outras pessoas criativas mostrarem os seus trabalhos. Contudo, podemos usá-la para encontrar inspiração para o design do nosso site.